85 98117.4241

ouvinte@redeshalomderadios.com

85 3261.3600 / 3264.1863

Tempo de Viver

Cerco de Jericó: Estudo Bíblico do dia 03-09-18 (SEG)

  • Publicado em 03/09/2018

Tema: Os filhos de Jacó retornam com Benjamim e o encontro com José.

Indicação: Leia por três vezes em espírito de oração Genesis 43, 1-25, deixe-se conduzir pela Palavra de Deus e o Espírito Santo irá colocar em seu coração o desejo da purificação e do verdadeiro arrependimento para que sua alma retorne ao Senhor.
"A fome pesava sobre o país. 2.E tendo acabado o trigo trazido do Egito, o pai disse aos seus filhos: “Voltai e comprai-nos um pouco de víveres.” 3.Judá respondeu-lhe: “Aquele homem nos declarou formalmente que não voltássemos à sua presença sem levar conosco nosso irmão. 4.Se mandas nosso irmão conosco, desceremos para comprar víveres. 5.Mas, se o não deixas ir, não desceremos, porque ele nos disse: Não sereis admitidos em minha presença, se vosso irmão não estiver convosco.” 6.Israel disse: “Por que me fizestes este mal, dando-lhe a conhecer que tínheis ainda um irmão?” 7.“Aquele homem, responderam eles, perguntou por nós e por nossa família, e quis saber se nosso pai vivia ainda, se tínhamos outro irmão; e respondemos às suas perguntas. Podíamos, porventura, adivinhar que ele nos ia mandar levar a ele o nosso irmão?” 8.E Judá disse a Israel, seu pai: “Deixa partir o menino comigo, e pôr-nos- emos a caminho para essa viagem. Desse modo poderemos viver, e escaparemos à morte, nós, tu e nossos filhinhos. 9.Eu respondo por ele: é de mim que tu o reclamarás. Se eu não to reconduzir e não o recolocar diante de ti, serei eternamente culpado diante de ti. 10.Se não tivéssemos demorado tanto, certamente já pela segunda vez estaríamos de volta.” 11.“Se assim é, disse-lhes Israel, seu pai, tomai em vossas bagagens os melhores produtos da terra, e levai-os como presente a esse homem: um pouco de bálsamo, um pouco de mel, resina, ládano, nozes de pistácia e amêndoas. 12.Levai também convosco o dinheiro em dobro para restituir a soma que encontrastes na boca dos sacos, certamente por engano. 13.Tomai vosso irmão, parti e ide ter com esse homem. 14.Que o Deus todo-poderoso vos faça ganhar os favores desse homem, a fim de que ele deixe voltar vosso irmão, juntamente com Benjamim. Quanto a mim, se devo ser privado de meus filhos, paciência, que eu seja privado deles!” 15.Tomaram, pois, consigo o presente e uma soma dobrada de dinheiro, assim como Benjamim, e partiram para o Egito. E apresentaram-se a José. 16.José, vendo-os e com eles Benjamim, disse ao seu intendente: “Faze entrar estes homens na casa, mata um animal, e prepara-o, pois comerão comigo ao meio-dia.” 17.Fez o intendente como José tinha dito: introduziu-os na casa de José. 18.Vendo isto, ficaram amedrontados: “É, diziam eles, por causa do dinheiro, encontrado da outra vez nos nossos sacos, que nos conduzem aqui. Vão-nos assaltar, cair sobre nós, escravizar-nos e apoderar-se de nossos jumentos.” 19.Então, aproximando-se do intendente da casa de José, falaram-lhe à entrada da casa: 20.“Desculpa, meu senhor, disseram eles, viemos já uma vez comprar víveres. 21.Quando chegamos à estalagem e abrimos nossos sacos, o dinheiro de cada um se encontrava na boca de seu saco: era o peso exato do dinheiro. Tornamos a trazê-lo conosco; 22.e trazemos, ao mesmo tempo, outro dinheiro para comprar víveres. Não sabemos quem tenha metido nosso dinheiro em nossos sacos.” 23.“Ficai tranqüilos, respondeu-lhes ele, nada temais. É o vosso Deus, o Deus de vossos pais, quem vos pôs um tesouro em vossos sacos; o vosso dinheiro me foi entregue.” Depois trouxe-lhes Simeão. 24.Fê-los em seguida entrar na casa de José, deu-lhes água para lavarem os pés e forragem para os seus jumentos. 25.E, enquanto esperavam por José, que devia voltar ao meio-dia, preparavam o seu presente, pois foi-lhes anunciado que comeriam em casa dele."
 
Entenda o texto, mergulhando em sua vida e deixando o Senhor te fazer retornar ao bem através do arrependimento perfeito. Responda tudo anotando o que o Senhor quer te falar,

Os irmãos de José vieram a provar neste capítulo do verdadeiro arrependimento. Graciosamente, Deus estava trabalhando para trazê-los ao arrependimento ao invés do julgamento. Ele estava purificando e unificando Israel antes de torná-la uma grande nação.

1- A fome atingiu até mesmo a terra prometida. Canaã é uma figura da vida cristã e não do céu. O povo de Deus nunca deveria se surpreender com as adversidades desta vida. Assim como Deus tratou com os problemas da família de Jacó, podemos nos alegrar por Ele ter sempre um gracioso propósito para a vida dos justos.

Pelas palavras de Jacó no versículo 1, podemos imaginar que talvez a idéia de ir ao Egito tenha perturbado seus filhos. A memória de José perturbou suas consciências e os acovardou. Que terrível companheira é uma consciência culpada. Ela pode ser despertada muitos anos após o crime ser cometido. Assim como Paulo, que nós nos esforcemos para viver em paz com os nossos corações. Meu irmão (a), escreva tudo o que ainda está aprisionado de crimes que você cometeu ao longo da sua vida e procure um sacerdote para colocar como uma confissão de vida, todos os julgamentos, mentiras, impurezas que lhe impedem de alçar o livre voo dos filhos de Deus.

2 - Alguns têm imaginado o que um homem tão importante como José estaria fazendo no lugar onde os grãos eram vendidos? Poucos detalhes nos são fornecidos a respeito disso. É bem provável e plenamente possível, que ele tenha montado seu escritório num armazém próximo a estrada que conduzia a Canaã. José deve ter concluído desde o tempo do sonho de Faraó, que um dia os integrantes de sua família viriam comprar grãos. Ele provavelmente deve ter pedido que lhe notificassem quando alguém vindo de Canaã aparecesse. Considerando tudo isso, este encontro não foi uma mera coincidência, como aparenta ter sido. Essa vigilância de José nasceu de sua intimidade com o Deus verdadeiro, aqui assim como o padre Antonio Furtado tem dito em suas homilias... “não percamos tempo com coisas vãs, mas sejamos vigilantes no que quer o Senhor de nós”. Faça uma oração ao seu anjo da Guarda, pedindo auxilio para está atento ao que Deus quer de você a todo instante.

Bom e santo estudo.