85 98117.4241

ouvinte@redeshalomderadios.com

85 3261.3600 / 3264.1863

Tempo de Viver

Cerco de Jericó: Estudo Bíblico do dia 24-08-18 (SEX)

  • Publicado em 24/08/2018

Tema: Inícios de José no Egito

Indicação: Leia por três vezes em espírito de Oração Genesis 39, 1-10, e em sua meditação observe a postura de José, comece a conhecer o coração reto de um homem que ama fazer a vontade de Deus.
"José foi conduzido ao Egito, e Putifar, um oficial egípcio do faraó, chefe da guarda, comprou-o aos ismaelitas que o levavam. 2.O Senhor estava com José, e tudo lhe prosperava. Morava na casa do seu senhor, o egípcio. 3.Seu senhor viu que o Senhor estava com ele e lhe fazia prosperar tudo o que empreendia. 4.José conquistou a simpatia do seu senhor, que o empregou ao seu serviço, pondo-o à testa de sua casa e confiando-lhe todos os seus bens. 5.Desde o momento em que José tomou o governo de sua casa e de todos os seus bens, o Senhor abençoou a casa do egípcio, por causa de José: a bênção do Senhor desceu sobre tudo o que lhe pertencia, na casa como nos campos. 6.Ele entregou todos os seus negócios a José, sem mais se preocupar de coisa alguma, exceto do que se alimentava. Ora, José era belo de corpo e de rosto. 7.E aconteceu, depois de tudo isto, que a mulher de seu senhor lançou seus olhos em José e disse-lhe: “Dorme comigo.” 8.Mas ele recusou: “Meu senhor, disse-lhe ele, não me pede conta alguma do que se faz na casa, e confiou-me todos os seus bens. 9.Não há maior do que eu nesta casa; ele nada me interdisse, exceto tu, que és sua mulher. Como poderia eu cometer um tão grande crime e pecar contra Deus?” 10.Em vão se esforçava ela todos os dias, falando a José; ele não consentia em dormir com ela e unir-se a ela."

Entendendo o texto e respondendo os quesitos abaixo.

1- Que contraste tem o comportamento e caráter de José comparado ao que vimos de Judá no capítulo anterior. Deus tem sempre pessoas fiéis lhe servindo, mesmo em épocas em que o pecado parece deixar tudo confuso.

Os irmãos de José não tinham nenhum motivo para tratá-lo daquela maneira, a não ser o ódio e a inveja. Que alegria sabermos que qualquer maldade que os homens intentarem fazer contra nós, acaba sendo somente instrumentos para que Deus execute Seus propósitos para o nosso bem.

Que coisa maravilhosa foi à fidelidade deste jovem. Ele não podia entender porque tudo aquilo estava acontecendo. Ele estava longe de casa e da adoração pública a Deus. Nenhum pai ou pastor estava presente para vigiá-lo, no entanto, ele permaneceu fiel a Deus. Até mesmo os pagãos que o rodeavam podiam ver que Deus estava com José. Sua história nos faz lembrar de Daniel e seus três amigos Hebreus. Que bom testemunho José dava! O seu mestre sabia que ele era diligente, honesto e totalmente confiável.

Vamos observar algumas razões porque Deus permitiu que José fosse trabalhar para Potifar. Normalmente ficamos impacientes quando Deus age de uma maneira que nós não entendemos. Isto nos ajudará a ver que Deus sempre tem razões para o que Ele faz.
 
- Ao trabalhar para Potifar, José se familiarizou com os costumes e a língua Egípcia. Isto seria útil para ele mais tarde. Ore pedindo a Deus o dom missionário, o desejo de ir aonde o Senhor desejar, para que o mundo conheça a paz.

- José pode aprender administração, enquanto cuidava dos negócios de uma grande fazenda. Não há dúvidas de que esta experiência foi de valor inestimável quando ele foi promovido pelo Faraó. Faça aqui, um questionamento sobre sua vida profissional, o que você aproveita nas adversidades de dificuldades?

- José aprendeu a respeitar o perigo da tentação, e ficou fortalecido para enfrentar conflitos futuros. Andar em lugares escorregadios nos torna mais cautelosos. Ser você tem lugares e ocasiões de te levam ao pecado, invoque o Espírito Santo e suplique proteção e visão espiritual.

- José foi lançado na prisão onde encontraria o padeiro e o copeiro de Faraó. Na providência de Deus isto serviu para promovê-lo. Com a visão espiritual, podemos ver a nossa vida como Deus a ver. Ore pedindo essa graça a cada dia.

Muitos dos conflitos na vida do Cristão servem de preparo para serviços futuros. Deus molda e dispõe os seus soldados, e somente Ele é quem tem e entende o panorama geral dos planos. Muitas vezes nos sentimos abandonados por Deus, quando na verdade estamos simplesmente num período de treinamento. Anote tudo o que o Senhor te disser.