85 98117.4241

ouvinte@redeshalomderadios.com

85 3261.3600 / 3264.1863

Notícias

Boletos do IPVA no Ceará estão disponíveis para pagamento

  • Publicado em 03/01/2020

Os boletos para pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) estão disponíveis a partir desta quinta-feira (2) no site da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz) e no aplicativo "Meu IPVA". O contribuinte já pode pagar o tributo.

O pagamento do IPVA pode ser efetuado nas agências bancárias do Banco do Brasil, Caixa Econômica, Banco do Nordeste (BNB), Santander, Itaú, casas lotéricas e rede de farmácias Pague Menos. Em 2020, segundo o órgão estadual, a redução média do imposto foi de 4,29%.

Confira o valor do IPVA do seu veículo.

Segundo a Sefaz, a frota cearense conta com mais de 2,29 milhões de veículos, que deverão gerar uma arrecadação de R$ 1,084 bilhão. Desse montante, 50% será direcionado ao Tesouro Estadual e os outros 50% para os municípios onde os veículos estão licenciados.

Data de pagamento

O pagamento deve ser feito até 31 de janeiro para quem optar por pagar à vista. Se for quitado em parcela única, o tributo tem um desconto de 5%.

O IPVA também pode ser pago em 5 parcelas. Essa opção oferece vencimentos nas seguintes datas: 10 de fevereiro, 10 de março, 13 de abril, 11 de maio, e 10 de junho. Contudo, as parcelas não podem ser menores do que R$ 20.

As alíquotas do imposto terão variação de 1% a 3,5% sobre o valor total dos veículos. Conforme a Sefaz-CE, a maior parte da frota de veículos do Estado tem percentual de alíquota de 3,5%.

Além disso, o órgão também informou que motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos, de até 152 cilindradas pagarão a alíquota de 2%.

Já os veículos de grande porte, como ônibus, micro-ônibus, caminhões e veículos de locadoras pagarão 1%.

As instituições que farão parte da rede arrecadadora incluem Banco do Brasil, Caixa Econômica, Banco do Nordeste, Bradesco, Santander, Itaú, casas lotéricas e a rede Pague Menos.

Terão direito à isenção do IPVA pessoas com deficiência (PcD), assim como proprietários de máquinas agrícolas, táxi, ônibus de transporte urbano e metropolitano, além de veículos com mais de 15 anos de fabricação.

Fonte: G1 CE