85 98117.4241

ouvinte@redeshalomderadios.com

85 3261.3600 / 3264.1863

Notícias

Manifestantes bloqueiam avenidas de Fortaleza e protestam em cidades do interior do Ceará

  • Publicado em 14/06/2019

Um grupo de manifestantes bloqueou o trânsito na Avenida da Universidade, no Bairro Benfica, em Fortaleza, na manhã desta sexta-feira (14). Eles furaram os pneus de pelo menos 15 ônibus do transporte público da capital cearense e impediram o fluxo de veículos no cruzamento com a Avenida 13 de Maio. Além da capital, pelo menos oito municípios do interior do Ceará também registram protestos nesta manhã.

O bloqueio na Avenida da Universidade foi feito por servidores, integrantes de sindicatos e de movimentos sociais como parte dos protestos contra a reforma da Previdência. Outras cidades do país tiveram o transporte público parcialmente parado em protestos nesta sexta-feira.

Apesar da manifestação, a frota de ônibus está circulando normalmente, conforme o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus).

Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e da Polícia Militar foram acionadas para o cruzamento das avenidas da Universidade e 13 de Maio para orientar o tráfego e evitar conflitos. Um desvio foi feito para os motoristas em direção ao Centro de Fortaleza.

Por volta das 9h30, funcionários de empresas do transporte público foram chamados para trocas os pneus dos veículos. Após o conserto, os ônibus devem voltar a trafegar pela cidade, segundo os servidores.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro), Domingos Neto, disse que motoristas e cobradores iniciaram a paralisação nas ruas de Fortaleza. "Convocamos a categoria sobre a necessidade da greve. Não conseguimos fazer a paralisação nas garagens e agora vamos fazer nas ruas o dia todo", disse.

Protestos no interior

Além do protesto em Fortaleza, também há registro de manifestação nas cidades de Brejo Santo, Sobral, Itapipoca, São Gonçalo do Amarante, Canindé, Juazeiro do Norte, Iguatu e Limoeiro do Norte nesta manhã. Participam do protesto servidores municipais e integrantes de centrais sindicais. A organização não divulgou estimativa de participantes.

O ato em Sobral se concentrou por volta das 9h, na Praça de Cuba, no Centro da cidade. Varias faixas foram colocadas no chão por estudantes, professores e servidores municipais. Logo em seguida, eles saírem em passeata por ruas e avenidas do município.

Já em Canindé, ocorreu uma interdição da BR-020, por cerca de 250 manifestantes em apoio às manifestações contra a reforma da Previdência. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada ao local.

Fonte: G1 CE