85 98117.4241

ouvinte@redeshalomderadios.com

85 3261.3600 / 3264.1863

Notícias

UFC perde 11 bolsas de programa de ensino de inglês do governo federal

  • Publicado em 14/05/2019

A suspensão de bolsas de pesquisas em todo o país, anunciada no início deste mês pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vai atingir também alunos do Programa Nacional Idiomas Sem Fronteiras-Inglês, da Universidade Federal do Ceará (UFC).

De acordo com um comunicado divulgado nesta segunda-feira (13), pela coordenação do Idioma Sem Fronteiras da UFC, o corte vai atingir 11 professores, acadêmicos das licenciaturas em inglês da instituição, além de dois coordenadores pedagógicos e uma coordenadora geral, que terão suas bolsas canceladas ao término dos cursos em andamento, em 29 de junho de 2019. Os bolsistas recebem o equivalente ao que é pago no mestrado, R$ 1,5 mil.

Segundo a coordenadora Vládia Borges, os bolsistas afetados pelo corte poderão ser realocados para atuarem no programa já existente em âmbito local, o "Idioma Sem Fronteiras na UFC", vinculado à Pró-Reitoria de Relações Internacionais - Prointer. Este programa, que atualmente tem 10 bolsistas e cinco coordenadores, é composto por docentes e estudantes das Licenciaturas em Letras da UFC e recebem bolsas para atuarem como professores e coordenadores nos Núcleos das Línguas Alemão, Espanhol, Francês, Italiano e Português como Língua Estrangeira.

Ainda de acordo com a coordenadora, a partir do semestre 2019.2 haverá uma sensível redução na oferta das turmas de inglês em virtude da limitação de bolsas disponíveis na UFC. "Nem que funcione só com uma ou duas turmas, mas iremos continuar ofertando o ensino da língua inglesa na UFC, só que dentro do nosso programa já existente em âmbito local e com valor da bolsa de R$ 400, bem menor que o pago pela Capes", finalizou.

Idioma Sem Fronteiras na UFC

O programa Idioma Sem Fronteiras na UFC foi aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CEPE e conta com 33 turmas. Como é um projeto de extensão vinculado à Pró-Reitoria de Relações Internacionais (Prointer), não vai ser afetado pelo congelamento e pelos cortes das bolsas feito pela Capes.

Em comunicado, a coordenação do programa "Idioma Sem Fronteiras na UFC" afirmou que o importante é que o Programa continuará, pois foi muito bem aceito pela comunidade, uma vez que possibilitou, aos servidores e estudantes da UFC, o desenvolvimento de competência acadêmica em diversas línguas estrangeiras e, aos estrangeiros, o desenvolvimento de competência acadêmica em Português, contribuindo no processo de internacionalização da Universidade Federal do Ceará.

Fonte: G1 CE