85 98117.4241

ouvinte@redeshalomderadios.com

85 3261.3600 / 3264.1863

Notícias

Número de novos casos de tuberculose diagnosticados no Ceará é o maior em 10 anos

  • Publicado em 22/03/2019

O número de novos casos de tuberculose diagnosticados no Ceará em 2018 foi o maior em dez anos. Foram 3.814 registros da doença no ano passado, enquanto 2017 foram 3.624. Os dados são do último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), divulgado nesta quinta-feira (21).

Desde 2008, o Ceará contabiliza 39.353 ocorrências da enfermidade. A incidência, contudo, passou por diminuição. Enquanto em 2008 era de 44,8 casos para cada 100 mil habitantes, em 2018 o índice desceu para 42/100 mil habitantes.

O município de Sobral, na Região Norte, teve a maior incidência da doença em 2018, registrando uma média de 76,5 por 100 mil habitantes (155 casos). Fortaleza vem em seguida, com uma média de 65,5 (1.672). Caucaia registrou a terceira maior média, de 59,6 (210), seguida de Juazeiro do Norte, com 47,2 (110). A doença foi diagnosticada em quase todo o território do Ceará.

Segundo a Sesa, os novos casos foram registrados em pessoas que não tinham sido vacinadas contra a doença. A vacina está disponível no Calendário Básico de Vacinação e disponível na rede pública para crianças. A BCG deve ser aplicada na crianças logo após o nascimento ou até, no máximo, os 4 anos, 11 meses e 29 dias de idade.

Óbitos
A quantidade de óbitos por tuberculose registrada no ano passado chegou a 222 pacientes. Nos últimos 10 anos houve 2.333 mortes em decorrência da doença.

O número de mortes em 2018 foi maior que no ano anterior, quando 195 infectados perderam a vida.

FONTE: G1 CE