85 98117.4241

ouvinte@redeshalomderadios.com

85 3261.3600 / 3264.1863

Tempo de Viver

Momento Santa Faustina do dia 21-12-18 (SEX)

  • Publicado em 21/12/2018

Clique no áudio acima para ouvir a reflexão de hoje com Socorro Frate.

Diário parágrafo 


1782

Hoje, quando saí para o jardim, disse-me o Senhor: — Volta ao teu quarto, porque lá estarei esperando por ti. Quando voltei, imediatamente vi Nosso Senhor, que estava sentado à mesa e esperava por mim. Com um olhar bondoso disse-me: — Minha filha, quero que escrevas agora, porque esse passeio não estava de acordo com a Minha vontade. Fiquei sozinha e logo me pus a escrever. “


1783 

“Quando mergulhei em oração e me uni com todas as Santas Missas que neste momento estavam sendo celebradas no mundo inteiro, supliquei a Deus, por meio de todas essas Santas Missas, misericórdia para o mundo, especialmente para os pobres pecadores, que estivesse em agonia naquele momento. E, nesse instante, recebi interiormente a resposta divina interior de que mil almas receberam a graça por intermédio da oração eu estava elevando a Deus. Não sabemos que número de almas vamos salvar com as nossas orações e sacrifícios; por isso rezemos sempre pelo pecadores. “ 


1784 

“Hoje, num diálogo mais prolongado, o Senhor me disse: — Como desejo a salvação das almas! Minha caríssima secretária, escreve que eu desejo derramar a Minha Vida divina nas almas dos homens e santificá-las, desde que queiram aceitar a Minha graça. Os maiores pecadores atingiriam uma grande santidade, desde que tivessem confiança na Minha misericórdia. As Minhas entranhas estão repletas de misericórdia, que está derramada sobre tudo o que criei. O Meu prazer é agir na alma humana, enchê-la da Minha misericórdia e justificá-la. O Meu reino está sobre a Terra — a Minha Vida, na alma humana. Escreve, Minha secretária, que o guia das almas sou diretamente Eu e, indiretamente, as guio pelos sacerdotes e conduzo cada uma á santidade por um caminho somente por mim conhecido. 


1785 

“Veio visitar-me hoje a Madre superiora, mas por um momento muito breve. Quando olhou em volta, disse que o meu quarto estava bonito demais. E realmente as irmãs procuram tornar agradável a minha estada neste Sanatório. No entanto, toda essa beleza não diminui o meu sacrifício, que apenas Deus vê, e que cessará somente no instante em que o meu coração deixar de bater. Nenhuma beleza da Terra toda, nem mesmo do próprio Céu, poderá apagar o tormento da minha alma que, embora tão interior, se mantém vivo a cada instante. Cessará, quando Vós mesmo disserdes: “ Basta”, Autor do meu tormento. Nada conseguirá diminuir o meu sacrifício.”