85 98117.4241

ouvinte@redeshalomderadios.com

85 3261.3600 / 3264.1863

Notícias

Fluxo de usuários do VLT cresce 140% após ampliação de horário

  • Publicado em 23/10/2018

O número médio de passageiros transportados pelo ramal Parangaba-Mucuripe do Veículo Leve sobre os Trilhos (VLT) cresceu 140% após ampliação do horário de funcionamento do trecho. Em agosto, a média de embarques diários era de 1.932. A partir de setembro, esse número passou para 4.647. A sinalização, no entanto, ainda é precária.

 
Ontem, o motorista de ônibus Benjamin Freitas, 40, aproveitou a gratuidade e usou pela primeira vez o transporte. O trajeto que geralmente é feito em 80 minutos, levou apenas 30. Para ele, o VLT tem condições de ser ainda mais rápido.

 
A professora Dayanne Gomes, 20, utiliza o VLT todos os dias. Ela critica episódios de desordem dentro das estações e nos vagões, que teriam sido contornados nas últimas semanas. Cita ainda que motoristas de carros têm desrespeitado a sinalização nas cancelas, provocado acidentes.

 
Acrescente ainda a carência de informações para os usuários dentro dos vagões e nas estações. É difícil saber em qual estação o veículo está chegando ou saber qual vagão tomar. Não há mapas. Os funcionários, responsáveis por orientar os passageiros, são poucos.

 
Edilson Aragão, diretor de desenvolvimento e tecnologia da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor), reconhece que o efetivo de pessoas trabalhando nas estações é praticamente o mesmo desde 2002. 

 
Ele afirma, no entanto, que o Governo do Estado está "em vias de lançar concurso", contemplando administração para cada uma das estações. Também é previsto, com a conclusão das obras até o fim de dezembro, uma sinalização eletrônica e fixa.

 
Edilson explica que, como observou Benjamin, a velocidade do VLT de fato é reduzida. A medida é adotada para evitar acidentes ao atravessar áreas populacionalmente densas. Ele aponta que estão fase de finalização as obras de construção de seis passagens subterrâneas e quatro pontes nestas regiões.

 
O diretor do Metrofor diz que algumas passagens irregulares foram feitas pela população, mas que, em reuniões, foi feito acordo conjunto para decidir as aberturas. Nas áreas onde o uso da cancela ainda for necessário, será feita uma passagem de nível, para facilitar o fluxo e a velocidade dos veículos.

 
OPERAÇÃO
 
Ramal Parangaba-Mucuripe funciona de segunda a sábado de 6 às 13 horas e de 16h40 às 20 horas.

 
Estações: Parangaba, Montese, Vila União, Borges de Melo, São João do Tauape, Pontes Vieira, Antônio Sales e Papicu.

FONTE: O Povo