85 98117.4241

ouvinte@redeshalomderadios.com

85 3261.3600 / 3264.1863

Clube do Ouvinte da Paz

Benfeitor e você: a criança que brincava de fundar mosteiros

  • Publicado em 18/10/2018

Tereza nasceu em Ávila, Espanha, no ano de 1515.Recebeu uma boa educação religiosa. Sua brincadeira favorita quando era criança, era "fundar mosteiros", o que é quase profético, porque foi o que ela fez quando se tornou adulta.

Ela gostava também de meditar sobre a vida eterna, com seu irmão Rodrigo. A ideia da eternidade entusiasmou tanto as duas crianças que elas decidiram fugir de Ávila e entregar-se aos mouros para serem degolados como mártires. Chegaram, porém, tão somente ao portão da cidade, onde foram encontrados pelo tio e levados de volta.

Teresa gostava de ler livros de romance. Com isso, acabou se envolvendo em namoricos com um primo. Quando o pai descobriu, colocou-a num convento de agostinianas, como forma de correção.

No convento, conheceu uma monja que lhe ensinou a rezar novamente o terço, o que fez renascer nela o ardor perdido na adolescência de ser toda de Deus, a ponto de Teresa considerar a possibilidade de entrar na vida religiosa.

Contanto, ainda havia uma certa aversão da parte de Teresa de de ir definitivamente para o convento, pois também queria ainda casar-se. Ela decidiu pela vida religiosa quando raciocinou que seu desejo maior era ir para o céu e que o melhor modo de isso ocorrer era se tornando monja.

No entanto, seu pai queria que ela cuidasse da casa e dos irmãos menores, pois a sua mãe havia falecido. Assim, Teresa passou dois anos obedecendo ao pai, mas, quando percebeu que ele não lhe daria a permissão, fugiu e, com 20 anos de idade, entrou no Convento das Irmãs Carmelitas da Encarnação de Ávila, o famoso Mosteiro da Encarnação.


SEJA UM BENFEITOR DA PAZ, CLICANDO AQUI!

CONTATO: 0800-602-2829

PRODUÇÃO: Guilherme Rocha