85 98117.4241

ouvinte@redeshalomderadios.com

85 3261.3600 / 3264.1863

Clube do Ouvinte da Paz

Benfeitor e você: São Francisco e a Dama Pobreza

  • Publicado em 11/10/2018

Receber tudo, não possuir nada: é assim que poderíamos resumir a regra de São Francisco. Nascido em uma família rica, Francisco aprendeu a ser pobre com os pobres. E a grande lição que ele teve é que quando se é pobre ou se está doente, somos dependentes do amor dos outros. A pobreza faz com que o homem se dê conta de que não é autossuficiente, afasta a tentação do orgulho e do egoísmo, e faz perceber que o homem feito para amar e ser amado.

A pobreza de Francisco é, portanto, uma pobreza voluntária ou, pelo menos, aceita. A pobreza que não é voluntária é um grande sofrimento; ela pode destruir. Francisco sempre coloca os pobres “reais”, isto é, as vítimas da miséria ou da doença, na frente dele. E se ele jejua é, em primeiro lugar, para compartilhar o pão. Entre os discípulos de Francisco, a preocupação com os pobres é constante. No doente, que sofre, o franciscano reconhece o Cristo sofredor, vítima também ele.

A pobreza proporciona a confiança total em Deus. E a confiança total em Deus dá a alegria.

Em uma viagem à Roma, no ano de 1205, trocou de roupa com um mendigo, experimentando viver na pobreza, entre outros atos. Ele dizia que havia desposado a Dama Pobreza.

“Quem recebe tudo não se sente com direito a nada. Não exige nada. Não reclama de nada. Pelo contrário, agradece tudo. A gratidão é o primeiro fruto da pobreza. o segundo fruto da pobreza: a paz.

SEJA UM BENFEITOR DA PAZ, CLICANDO AQUI!

CONTATO: 0800-602-2829

PRODUÇÃO: Guilherme Rocha